quarta-feira, 8 de julho de 2009

Anjos caídos


Eu estou afundando no meu próprio abismo
O medo é desseperado Minha dor é insuportavel A solidão que me acompanha por uma eternidade Mostra que nao existe felicidade A minha vontade de desfalecer é absoluta.
Nada tem sentido pra mim, Sinto caminhar num vale sombrio de sonhos inexistentes A ilusão não me assusta mais Conto os segundo pra descançar em paz Anjos caídos não choram não sentem dor,nao sabem o que é o amor só sentem o beijo da morte e o abraço do frio.
Meu espirito questionador

Questiona a existência do destino
.
O meu destino é o caminho que eu mesma trilho. Palavras já nao me consolam mais desejos incertos

Vivo por viver com uma cede de morrer. Sou um anjo caído sem alma,sem objetivo se saber o porque .. vivo trilhando o meu caminho querendo respostasn que Nao sei responder. Tudo passa, tudo muda derrepente Depois a única coisa que somos é uma sombra perdida sem esperança de vida a a unica saída é a morte!
(AUTORIA PAULA DE SOUSA AFONSO)

Um comentário:

Binho disse...

a Morte nao e a saida nao
existe varias outras saidas minha linda
Confia em Deus que vc vai ver as portas se abrindo para vc