terça-feira, 31 de maio de 2011

Como a primeira vez..


Por que tudo perdeu o sentido?
Por que nada que eu faço parece ter graça?
Queria voltar ao passado e poder concertar as coisas..

Queria nao ser eu, apenas uma vez.
Por que eu me ligo a você, por que você está presente nas coisas que eu penso..
sabe é difícil para mim ter que fazer você me deixar aos poucos
por saber que nao sou o certo para você.

Eu quero sumir espero que o tempo nao me abandone
e segure forte a minha mao, porque eu me estraçalho no vidro do tempo para tentar tudo outra vez.. nao me lembro o momento que eu realmente vivi sem ter medo, ou até sem ter me dado conta que parei de viver.

mas sei que no final das contas nada que eu fiz até aqui foi muito grande.
Nada fez tanta importância, as pessoas continuam vazias a seguir suas vidas, e o que eu faço? Nada! continuo sendo a mesma de sempre com um mundo pequeno vazio e submisso a minhas antigas ações, que assim me impedem de viver.

Eu quero respirar pelo menos um momento.
Quero fazer loucuras, quero beber
quero banhar na chuva, quero sair e dançar encima do carro, quero acampar, quero ver a lua enquanto morro de ri do seu jeito de fazer caretas, quero sair correndo para segurar você e dizer que eu te amo.

So quero que o tempo nao me faça sofrer denovo.
no meu mundo frio e vazio, aonde me encontro desde que parei de viver.
Espero esses dias sofrendo, e estagnada de tentar entender por que é que insisto em nao avançar o sinal e tentar viver tudo como se fossa a primeira vez.

domingo, 29 de maio de 2011

Ser tudo que um dia ...


Eu estou cansada de lágrimas no chão
de viver nessa maldita solidão.
Sem ter alguem para me abraçar e me entender..
Cadê o seu amor quando eu preciso de você?

Será que é ilusão em sonhar em amar e ser amado
Ou será que quem ama merece ser depresado
eu nem sei por que eu ainda questiono
ou tento ser feliz, se tudo o que eu faço todos dizem que o errado foi eu quem fiz.
E nessa roleta eu sigo meu sonho, mas que sonho se nao tenho mais a liberdade de que um dia eu pensei ter...
sonhos sao metas que para mim nunca vão acontecer.
Pouco me importa o que você vai dizer, sua vida nao é a mesma da minha.
Seus martrizes nao sao os mesmos dos meus.. entao me poupe por que nessa vida quem sabe o que acontece sou eu.
Nao adianta eu tentar desabafar.. desabafos que so eu vou entender.. nao adianta eu tentar viver numa vida que nem me pertence mais..
A dor so vai me consumindo cada vez mais, e os sentimentos ficando cada dia mais confusos e abstratos, a dor as lagrimas e as tristezas me levam a ser pior do que eu sou, sem esperança de um dia me erguer eu espero que um dia haja alguem que com somente uma palavra vá me levantar e me ajudar a voltar a caminhar e ser tudo o que um dia eu posso ser.

terça-feira, 24 de maio de 2011

Dias ...


Dias sozinhas, me faz pensar.
E ao mesmo tempo chorar.
Lágrimas que um dia se vão para darem espaço a uma solidão sem igual.
Aquela que tenta te derrubar, aquela agonia de que tudo está prestes a cair em sua cabeça.

Que o mundo pode virar contra você.
Tem dias que so queria que o mundo parasse de girar.
Queria nao estragar o sonho de alguem, como ja fizeram comigo.
Queria poder ta certa sem ser questionada.
Queria poder sumir sem ter que dar satisfações,
queria poder lutar sem objeções.
Queria viver de acordo com o sopro que me leva.
Mas a vida nao é como eu quero, é como se faz ser, através de atos incalculados de meu subconciente faz como é a vida, e me leva a crer que tudo que se sonha nao se alcança com a glória que sofre para obte-los.