quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Perdida



             Me encontro perdida na minha solidão
             O silêncio se torna a minha razão
A escuridão é algo que me faz do mundo esquecer.
O vento me faz lembrar de você.

As lagrimas dos meus olhos caem sem querer
Sonho em um dia acordar e ver que a verdade não é essa.

A manhã não me alegra mais.
O sol não me aquece mais.
O brilho das estrelas não admiro mais.

O esquecimento faz parte do meu corpo frio, faz parte da minha alma sombria e vazia.
Os meus dias são somente uma vaga lembrança que se vai com o passar das horas.
O meu coração se torna vazio, sombrio um abrigo para solidão.
A dor de não ter você aqui, parece me atingir em cheio me fazendo chorar.
E lembrar de como é bom amar e poder ver que tudo que eu fui pra você foi um simples raio do sol que aquece seu corpo e depois se vai com o passa de uma nuvem.

Nenhum comentário: