terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Voce me matou


Essa dor que anestesia toda minha pele, e me faz ficar com sangue no olhar
Representa tudo o que eu um dia quis falar
Quis fazer, quis viver
Mas sua alma cheia de pecado aprisonou-me em seu mundo
E agora me encontro em um lugar impedoso, sujo
Com você a me olhar com um ar de poder sobre mim
Tentando desmonstrar toda a pena que voce nunca teve
e sempre me diz ter.
Sempre diz que me amavas
e agora o que eu sinto é dor
Odio
Te digo Cuspa seus vermes em mim..
Deixe que eles me decomponham bem devagar,
Até meu corpo apodrecer por dentro, as lagrimas pingarem de meus olhos
e vc nao puder mais fazer nada.
vou olhar em seu olhar sujo e dizer está satisfeito eu estou morrendo, nao morro
por que chegou a minha hora morro por que você matou tudo em mim..
Acabou com minha vida com suas restrições ridiculas, sua prisão de meras palavras
que sejam sempre ordens pra que eu possa as comprir.
Acabou com minha esperança, sugou minha coragem, agora com licença me permita morrer.
Por que as moscas ja estao zumbindo os meus ouvidos, e minhas entranhas estão
estraçalhadas.

Nao há mais nada que vc possa fazer.
Deixe-me ir em paz.
Deixe que o vale das sombras possa cobrir meu corpo e ocultar minha dor,
pra que ninguem saiba que foi voce quem me matou.

Nenhum comentário: